domingo, 18 de março de 2012

Resenha de Guy de Maupassant, contos

O sobrenatural e o fantástico ganham destaque nesse pequeno volume de 110 páginas, editora Artes e Ofícios, 2011. Nele se reúne quatro famosos textos de Guy de Maupassant, francês falecido em 1893. O que impressiona na leitura deste autor é que salta de suas páginas o que não tem explicação. Ele nos lembra que nem sempre a humanidade encontra solução para os mistérios de sua existência. Sua ficção expõe aqueles sentimentos estranhos, sobre os quais muitas vezes concluímos: não deveriam ter lugar neste mundo. É bom saber que essas incômodas emoções não se perdem, encontram lugar no imaginário de Guy, que as descreve com talento, tira-nos da nossa zona de conforto. Suas palavras provocam um sedutor estranhamento, que a este leitor trouxe satisfação.  

É uma leitura instigante, que nos desacomoda. Sai do banal, de cujo teor já desconfiamos. Quem não quer se render ao que comumente se espera, encontrará neste volume qualidades que o trazem do século XIX ao século XXI. Façanha difícil.

Nenhum comentário:

 
;