sábado, 17 de março de 2012

O parque

Quero ir pra onde pássaros cantam,
é esse meu fim de semana.

vou me meter entre os galhos verdes
e descobrir frutas no pomar

mas onde se encontra um lugar assim?
de terras não queimadas
cintilantes debaixo das dez horas?

esse destino fica tão menor
com os dias, com as noites
que nem chão morno

Ontem eram quinhentos
hoje são dez.
Taí porque não choro:
alguém encontrará um
que será abençoado
e terá nome de parque.

os animais não sabem,
a comida convém guardar
e deixar de brincadeiras

o parque não terá brinquedo
ninguém vai entrar
se não for autoridade
ou tiver algum crachá

Meu fim de semana terá de conhecer
outro canto. Um banco de cimento
erigido em nome dos brandos

Cabeça quente! Se foi a palmeira
e o pássaro pra lá,
canto nenhum traduz
a vontade que sinto.

Eu não estava olhando

terra batida, poeira faz um mal!
começou com o sumiço dos passarinhos

Nenhum comentário:

 
;