quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

O bailarino quer dançar

Ele menos calórico
seria o bordão do são
vendo-o beber e dançar.

O bailarino empolga
mas há uma balança em seus gestos;
o esforço
mal comedido.

Quais quilos o tornam feliz?
sem pensar na propaganda
que desfaz carreiras...
no bojo de bocas maledicentes
que inventam histórias...

Gostaria de ser outro
enquanto não dança
quando o furtivo espelho
evita mas que o persegue.

Seus membros tensionam
sem os movimentos,
só a paixão. Quer transmitir.

Precisa da pista
mas ela deseja mais...
quase um pedido
levanta dos tacos de madeira.

Será pra sempre da dieta
se o corpo tentar dançar.
e tenta

Nenhum comentário:

 
;