quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Paz

É preciso muita paz
para viver que você não está mais ao meu lado

É preciso muita força
se você não virá à noite
abraços contigo

É o quarto escuro,
matiz do senão dia
preto e branco,
furta as cores desde o céu

Seu nome me deito
bom cheiro
sabor de costas nuas
fios de cabelo

Quente nuca refrigerada
aguardo a memória um suspiro
minha gueixa
cio

Nenhum comentário:

 
;