quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Agradecer o momento

A solidão
não é carga, é antecarga
de um momento.

Há que rever as ações
remetidas àquele minuto.

Vacilante, ele destrói
o jogo dos incertos amores.

Mas aí que ninguém
se impressiona com o mal dos outros.

Só que, enfim, o momento chega, a medida certa,
o verbo correto:

Não vai errar, não pode.
Ela te quer.

Há de se ter uma reza qualquer,
nesse momento.

Não um lamento,
mas uma louvação.

Nenhum comentário:

 
;