sábado, 21 de agosto de 2010

Saudade

Saudade de meus sábados
plenos de jogos e música;
meus sábados
ainda sinto teus acordes
e por isso estou atrasado.
Atrasado nas memórias porque
não me livro delas.
Os lugares cheios;
matinês onde filas aguardavam
nossos corpos repletos de cerveja;
lá dentro, as meninas,
aquelas da menor idade
justificando nossa fama de marmanjos.
Essas memórias...
eu deveria deixá-las
e caminhar mais altivo,
pois o meu mundo não é mais delas
é cada vez mais do presente.

Nenhum comentário:

 
;