sábado, 7 de agosto de 2010

Rumo e vento

O processo é longo
(há que se ter paciência)
pra essa busca, esse rumo da vida.
Devagar se observa ao redor,
não há dívida a ser paga,
só o sentir o desafio:
mas que desafio é este
que lança pedras na minha janela?
É alguém enviando recados
assoberbado.
Ao abrir dela ouço o vento
e colho as tempestades.

Nenhum comentário:

 
;