quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Gente que espera

Tem dias que gente por aí
ainda aguarda o homem do pão,
aquele alimento sereno
que nos acorda às manhãs.
Tem dias que pra grande parte
ele não vem, e não vem nunca,
nem mesmo ouviram falar
de sua buzina pacificadora.
Tem dias que gente por aí
espera pelo homem com a arma na mão,
aquela espera sadia
já que o cara é polícia.
Tem anos que pra muitos à espera
é tão longo o aguardo que nada chega
nem da padaria onde se faz o pão
nem dentro de casa onde se esconde a carne.

Nenhum comentário:

 
;