sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Poemas

Se fosse pra dizer
tudo que sinto por você
o teclado não escreveria.
Ele ousaria metáforas
e minha boca diz seu nome.
Um embate sublime...
seus olhos no poema...
sua beleza arredia.
Por aqui devassa o desejo preso,
este coração intenso.
Antevê minha nudez, olhos movem:
Tuas delícias de unhas!
Tua carga de cabelos!
Não é mais discreta
a ânsia que percebo,
se beijo é metáfora, eu incendeio.
Busca a boca libertar-se dela
e concluir em melódicos sussuros
teu nome, meu carinho.

Um comentário:

Gio disse...

se beijo é metáfora, eu incendeio...

clapclapclap

 
;